Os Carros Mais Bonitos do Mundo

Os Carros Mais Bonitos do Mundo

Tempo de leitura: 8 minutos

20 DOS CARROS MAIS BONITOS DO MUNDO

A cada quinze anos, mais ou menos, os funcionários do site Inglês Autocar se reúnem para decidir sobre o impossivel: Uma lista dos carros mais bonitos já feitos no passado e no presente.

Centenas de carros novos foram lançados desde a última lista foi montada. Apesar do fato de que os novos regulamentos de segurança, sem dúvida, complicaram a vida dos designers, eles ainda conseguiram criar carros bonitos o suficiente para entrar não apenas na lista completa de 100 carros, mas diretamente no “Santo Graal” dos automóveis : Eis os 20 primeiros colocados.

20º BMW 507 – 1956

O Achatamento da famosa forma de grade em formato de ‘rim’ da BMW adicionou elegância extra ao look  estilo italiano do BMW 507 de 1956 um bom motivo para esse belo modelo estar na lista.

19º Ferrari TR 1957

A Ferrari TR cuja sigla é abreviação da expressão “Testa Rossa” e significa “cabeça vermelha”. A mais conhecida, a 250TR, foi produzida entre 1957 e 1958. Somente 21 carros foram construídos, sendo 2 carros de fábrica e 19 carros de clientes.

18º Porsche 911 (997)  – 2004

A atualização (997) do  Porshe 911 foi uma das mais bem-sucedidas na longa história deste esportivo icônico, destacam-se além da carroceria, os faróis em forma de “olho de inseto” inspirados em modelos de gerações anteriores.

17º Aston Martin DB9 – 2004

O Aston Martin DB9 é um GT (Grand Tourismo) lançado pela Aston Martin em 2004. Os primeiros DB9 podem ter faltado um pouco em termos de qualidade na construção, mas não havia dúvida sobre sua integridade visual.

16º Ferrari Dino 246 GT – 1969

A Ferrari Dino 246 GT foi a resposta para aqueles que clamavam por mais poder, foi o primeiro automóvel fabricado pela Ferrari em grande número. Sua carroceria Pininfarina definiu um estilo duradouro para os chamados supercarros que se inspiram no modelo até hoje.

15º Ford GT40 – 1966

Brutalidade e beleza definem o Ford GT40,  versão de rua do carro de corrida americano de resistência de alto desempenho da Ford Motor Company, criado por ordens de Henry Ford II para correr nas 24 Horas de Le Mans e destruir o reinado da Ferrari. História a qual Hollyood se rendeu.

14º Citroën DS19 – 1955

Difícil acreditar que essa forma incrível foi criada há mais de 60 anos: Desenhada pelo escultor italiano e designer industrial Flaminio Bertoni e pelo engenheiro aeronáutico francês André Lefèbvre, o Citroën DS19 ficou conhecido por sua carroceria aerodinâmica, design futurístico e pela tecnologia inovadora, que incluía uma suspensão hidropneumática.

13º Ferrari GTO – 1962

No início dos anos 60, as Ferrari eram todas como motores V12 afiados com bisturi, as formas da carroceria delicadamente esculpidas eram apenas um bônus. A parte numérica do nome indica o deslocamento em centímetros cúbicos de cada cilindro do motor, enquanto GTO está para “Gran Turismo Omologata“, italiano para “Gran Tourismo Homologado.”

12º Bugatti Type 57 Atlantic -1938

O desenho do Type 57 Atlantic é obra de Jean Bugatti, primogênito de Ettore Bugatti, criador da marca. O próprio Jean teria montado e soldado os painéis de alumínio na lataria. O Type 57, foi produzido em “larga escala” (685 unidades) e com motor de oito cilindros em linha capaz de produzir 135 cavalos de potência.

11º Ferrari 275 GTB – 1964

A Ferrari 275 GTB é um modelo da série de automóveis “Grand Touring” com motor dianteiro V12 produzindo 260–320 hp em um coupé de dois lugares e carroceria “Spider” produzidos pela Ferrari entre 1964 e 1968.

10º Mercedes 300SL Gullwing – 1954

O Mercedes-Benz 300 SL Gullwing era um carro esportivo de dois lugares produzido pela Mercedes-Benz como um cupê roadster com asas de gaivota (1954-1957), foi baseado no W194 de 1952 modelo de Corrida da marca que participou das corridas mais importantes deste ano.

9º  Aston Martin Vanquish – 2001

 O Aston Martin Vanquish  iniciou em 2001 uma dinastia do design que durou mais de dez anos. Esse esportivo fabricado pela Aston, foi concebido em 1995 pelo designer Ian Callum e produzido em série de 2001 até 2007, quando a sua subsidiária Ford Motor Company vendeu a marca para um grupo de multimilionários. Seu motor V12 6.0 de 460 cv é capaz de atingir mais de 300 km/h.

8º  Aston Martin DB4 GT Zagato – 1962 

Em 1959, a Aston Martin vence as 24h de Le Mans e deixa a competição, porém não totalmente. Desejando capitalizar sobre essa vitória e também permitir aos seus clientes antarem num GT de corrida, a Aston por meio da cooperação da Zagato na Itália conseguem otimizar o desempenho do DB4 lançado no ano anterior e concorrente do Ferrari 250 GT, nasce então o Aston Martin DB4 GT Zagato.

7º AC Cobra 289 -1962

Em 1961, o designe americano Carroll Shelby escreveu para o AC Cars Limited britânica, perguntando se construiriam um carro modificado para aceitar um motor V8.  A AC concordou, desde que um motor adequado pudesse ser encontrado. Shelby foi a Chevrolet em busca dos motores, mas não querendo um rival para o Corvette, disseram não. Porém, a Ford queria  exatamente um carro que pudesse competir com o Corvette, por acaso, possuíam um novo motor que poderia ser usado nesse projeto, surge então o AC Cobra 289 -1962 numa parceria da Ford com Carrol Shelby.

6º Alfa Romeo 8C 2900 – 1935

O nome Alfa Romeo 8C foi utilizado emem corridas e em carros esportivos da década de 1930. O nome 8C deriva do motor de 8 cilindros em linha. O carro desenhado por Vittorio Jano foi o carro principal de corrida desde a sua introdução em 1931 até à sua retirada em 1939. Além dos esportivos de dois lugares, a versão Monoposto “Tipo B” – P3 foi utilizada na primeira corrida de carros Grand Prix genuína a partir de 1932. Posteriormente seu motor foi usado em veículos como 6.3L Bimotore ( 2 motores) de 1935, 3.8L Monoposto 8C 35 Type C também de 1935 e no Alfa Romeo 8C 2900B  também chamado de “Mille Miglia Spider“.

5º Porsche 911 – 1963

O Porsche 911 se destacava por sua simplicidade absoluta, suas linhas aerodinâmicas e seu ‘rosto’ quase humano.  O primeiro modelo foi idealizado com base no 356, do qual herdou o motor de seis cilindros opostos (boxer) refrigerado por ar. A Porsche quis chama-lo de 901, mas foi impedida pela Peugeot que já tinha registada essa designação e acabou por optar por 911;

4º Ferrari 288 GTO – 1984

O carro de motor central mais impressionante da Ferrari, oferecendo uma combinação  inquestionável de potência e linhas de proporções agradáveis. O Ferrari 288 GTO  de 1984, pode ser visto como o primeiro dos super esportivos modernos, uma espécie de avô das atuais Ferrari. Foi idealizado com base no 308 GTB, que a Michelotto Automobili desenvolveu para competição, em colaboração com Mauro Forghieri  os engenheiros da Michelotto mantiveram as linhas que a Pininfarina criou para o 308 GTB,  porem as alterações são mais do que evidentes.

3º Ferrari 250 GTO SWB – 1959

Se um carro único pode realmente representar a lenda da Ferrari, seria a Ferrari 250 GT SWB. Esta é uma das grandes máquinas “de dupla finalidade” da história, um carro que pode ser conduzido nas pista de corridas, vencer, e depois voltar para casa. A Ferrari 250 GT SWB foi o ponto culminante do desenvolvimento e aperfeiçoamento contínuo da Ferrari no motor e chassi 250 na segunda metade da década de 1950. Também representou a experimentação em curso da Pininfarina com a carroceria tipo “berlinetta” (fastback) que começou com a Ferrari Cisitalia 202 de 1947.

2º Lamborghini Miura – 1970

O primeiro Lamborghini Miura impressionava, encontrou fãs entre atletas e estrelas de cinema, corredores e entusiastas. A Lamborghini chocou a Ferrari e o mundo Gran Turismo (GT) no Salão de Torino em 1965, quando apresentaram o chassi do radical P400 Miura.  Nuccio Bertone construtor de carrocerias teria visto o chassi da feira em Turim e disse a Ferruccio Lamborghini: “Eu sou o único que pode fazer o sapato caber no seu pé”. Marcello Gandini sucedeu Giorgetto Giugiaro como chefe de estilo da Bertone em 1965. Os primeiros esboços de Gandini para o Miura eletrificaram os engenheiros da Lamborghini.

1º Jaguar e-Type Series 1 Coupé – 1961

Jaguar E-Type, ou Jaguar XK-E para o mercado norte-americano, é um carro esportivo inglês fabricado pela Jaguar Cars Ltd entre 1961 e 1975. Sua combinação de beleza, alto desempenho e preços competitivos estabeleceu o modelo como um ícone do mundo do automobilismo. Em seu lançamento em março de 1961, Enzo Ferrari chamou de “o carro mais bonito de todos os tempos“. Os carros da Série 1, que são de longe os mais valiosos, se enquadram basicamente em duas categorias: os fabricados entre 1961 e 1964, que tinham motores de 3,8 litros e transmissão parcialmente sincronizada, e os de 1965 a 1967, com motor com torque maior em cerca de 10%, e a transmissão totalmente sincronizada. Não é atoa ser considerado o 1° da Lista.

Bom, aqui no Carangos Legais com certeza colocaríamos alguns belos Hot Rods ou Muscle Cars nessa lista. Mas a seleção é  feita por jornalistas e funcionários do importante Site Autocar.co.uk não é de se estranhar essa só conter quase que somente carros Europeus. Quem somos nós para questionar …..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *